9 de setembro de 2008

Obrigatório


O senhor Lucas estava levemente irritado. Haviam interrompido seu sagrado noticiario para a exibição do horario eleitoral gratuito. Ele estava farto de tudo aquilo, e estava sentado sentindo-se desconfortavel em frente a tv.
-... e fui eu que fiz aquela rodovia, e se eleito farei mais...!
Sim, sim. As mesmas promessas de sempre! Os mesmos absurdos e bobagens...Pareciam mesmo promessas milagrosas, capazes de fazer os eleitores magicamente se esquecerem de todos os erros dos outros mandatos... Ahh, que raiva ele tinha daquela população inerte, que votava por votar, nos mesmos ladrões hipócritas, nos mesmos burgueses de sempre! Como conseguiam votos ainda, como???
-...eles são todos iguais, aquele lá estava no poder e nem fez nada! Votem em mim, eu sim sou a solução...!
Ahhh, às favas todos aqueles sorrisos falsos, todas aquelas frases feitas!! Todos aqueles candidatos, que eram os mesmos desde sempre! Não ousou acreditar em nenhuma daquelas propostas. Sabia que assim que essas belas palavras com aquelas belas musicas de fundo terminassem, o jornal voltaria, com as noticias dos problemas do país, das corrupções e das diversas contas na Suiça...
-... e os hospitais vão melhorar, e as crianças vão estudar, e o país vai melhorar, porque...
Chega! Lucas simplesmente havia se revoltado. Trocou de canal várias e várias vezes, na inutil tentativa de ver sorrisos menos abertos, de ouvir palavras menos formais, de se livrar daquela ladainha obrigatória. Arremessou o controle remoto no sofá e levantou-se.
Na janela, oservando seu bairro violento e afastado, Lucas ainda podia ouvir a Tv atrás de si.
- ... E Cancêres serão curados! Paraliticos andarão! Cegos vão enxergar essa noite...!
Lucas achou que não tinha ouvido direito. Que raio de candidato era aquele?
O horario político havia acabado. Um programa da TV evangélica havia começado.
-... e ele disse "Eu sou a luz a verdade e a vida"...! Aceitá-lo é a unica solução!
Lucas soltou um suspiro.
Até essa possibilidade parecia distante demais para o Seu Lucas na época de eleições.


___________________

Porque eu fiz 17 ontem, e vou votar por opção. Vou votar pra tentar fazer com que os "Seus Lucas" do mundo diminuam, nem que seja só na minha geração.

5 comentários:

Maria Fernanda disse...

17 anos? Que moça nova.
Pelas palavras, tão certas, imaginei mais.

- PARABÉNS!

Daniele V. disse...

Primeiramente, feliz aniversario. Caramba, somos quase da mesma idade! E escrevemos! Como é raro encontrar alguem assim!

Eleiçao, obviamente, é algo decisivo, por pelo menos quatro anos. e serio tambem. Mas para ser honesta, consciencia pra mim será quando metade da populaçao brasileira resolver votar em branco. ai sim os politicos vao acordar pra enxergar a merda (assaz lúgubre, literariamente falando) que estao fazendo no governo.

Bjao.

Querido Diário Otário disse...

Você é bem decidida. Acho que lá no fundo sou um 'Lucas' da vida, mas ainda faltam 2 anos pra eu votar. Quem sabe isso não mude?

Grande beijo, adoro aqui :**

JOICE WORM disse...

Obaaaaaaaa... Feliz Aniversário!!
Apesar de já ter passado, o ano segue com o caminho dos 18. Aí vai poder conduzir carros e beber cervejinha no verão, entrar em filmes proibidos, fumar com autorização e um monte de outras coisas que não devias mesmo sendo adulto... (risos)
Eu aqui... Faço 47 na próxima semana. Já estou avisando (dia 17). Hehehehe...
Beijos lindona!

Olirum disse...

Parabéns, eu vou fazer 18 ano que vem!
askokaspoask
Eu não consigo acreditar em nenhum desse políticos safados que só querem saber de aparecer na TV!!!
Eu definitivamente, não gosto de políticaaaaa!

Postar um comentário

Anote aí.