22 de janeiro de 2009

Diário


Quando eu ganhei meu primeiro diário, e pela primeira vez ousei escrever tudo o que eu pensava e sentia, foi que eu descobri: Na escrita mora a paz que eu preciso pra compreender a vida.

8 comentários:

gabriel___ disse...

coisa fofa :)

Gabih Dias disse...

ainnn, a aline sempre escreve tão bem *-*

Liih Fraenkel disse...

Concordo plenamente.

Embora eu nunca tenha tido paciência e memória pra escrever um diário, RS.

gabriel___ disse...

acertouu :)

a primeira parte é tipo um hardrock, um pouco mais rapido que guns por exemplo...

a segunda eh um hardcore bem pesado e bem rapido, mas as 2 partes sao uma musica so :)

tinha que ser assim pra poder combinar com a letra =D

seu_silva disse...

Eu só escrevi pelo computador,nao gosto da idéia de escrever num papel sobre mim mesmo muito mais,noon sei...

Bubblegum disse...

bem isso, acho que desde o meu 1º eu não parei mais :D
:*

JOICE WORM disse...

Também tenho diário, Aline... Desde os meus 10 anos de idade. Agora com 47 ele é super diferente. Por este motivo é importante escrever em todos os tempos da nossa vida...
É super saboroso.
É nosso auto-retrato em letras.
(Saudades de ti, linda! Te quero muito.)

Aline disse...

E eu estou de volta em casa.
Passe lá, pra me ver.

carinhos.

Postar um comentário

Anote aí.