20 de março de 2009

da minha infancia;

Havia passado a manha toda brincando no quintal, e ouviu as tias discutindo que simpatia fariam no dia de Santo Antônio que se aproximava.
- Eu já comprei meu espelho virgem, e vou dormir com ele embaixo do travesseiro!
- Ih, querida...Isso não funciona! Faça como eu, olha!- a tia mais velha, dona da casa, moveu um dos vasos sobre a prateleira. A menina precisou ficar na ponta dos pés miúdos pra ver de que se tratava.
- TIA!!! - gritou correndo ao encontro dela. A mulher olhou assustada e perguntou com um quê de desespero:
- Que foi, menina?!
- Tira o Santo daí, tia! Ele vai ficar bravo!
As mais velhas riram da aflição da pequena, que sem entender observava.
- Não, querida... Ele não vai ficar bravo! Ele só saí daí quando der um namorado pra tia... Venha almoçar querida, esqueça isso.
Mas ela não foi. Observou com tristeza o pobre santinho, de ponta cabeça dentro do copo com àgua.
Mais tarde, arrastou com cuidado um banquinho de vime, até a estante. Quando alcançou o santo, pegou-o entre as mãos pequenas e saiu sorrateira até o quintal. Subiu numa árvore altíssima, sem soltar o santinho. Lá, no topo, enxugou a imagem na própria roupa com cuidado. Acomodou o santinho em algumas folhas verdes.
- Desculpa, santo Antônio! Minha tia é boa gente, só quer um namorado... E pode deixar! Eu não vou deixar ela ser má com você de novo, tá? Até outro dia.. - depositou um beijo delicado e desceu da arvore.
Nunca contou à tia o que tinha acontecido, que também nunca ligou o sumiço do santo com a alegria da sobrinha.

__

Anos depois, sempre que sinto meu coração batendo alegre, sempre que vivo um momento feliz ao lado 'dele', penso que 'um certo santo' é grato a mim.

5 comentários:

Maria disse...

rsrs Que bonita uma fé pueril, né? Acho que até o Pai do Céu acha uma graça ^^

Meu beijo

Felipe Braga disse...

É muito bela a inocência das crianças. Belo texto também, parabéns.

Felipe Braga disse...

Ah, estou acompanhando o seu blog. Porque gostei muito desse blog e não quero perder mais nada que se passa aqui. rs

Felipe Braga disse...

Ah, você ta brincando ne?! rsrs

Eu que me sinto horado em saber que voce gostou do texto. Porque seus textos são realmente muito bons. Claro que pode usar o "maquiavélicos como uma maçã". Quando quiser.

bjos

Maria Fernanda disse...

Mas jura que tu fazia isso? hehehe :D

Postar um comentário

Anote aí.