2 de março de 2009

Do passado que não é meu

Eu tenho um passado que não é meu. Um passado que nunca pôde virar futuro. O passado que não me pertence é feito das oportunidades que perdi, feito de escolhas que tive medo de fazer.
É um passado de nostalgia, o pasado de uma quase saudades. Saudades...Do que não foi.
Mas esse passado é parte de mim, mesmo que não me pertença. As minha rejeições são tão importantes quanto minhas escolhas.
E no fim das contas o passado que não me pertence é parte do passado que é meu.
E o meu passado... É que me trouxe até aqui.

2 comentários:

Patrícia disse...

Engraçado como as vezes da um aperto no coração e quando percebemos é a saudade... e algumas vezes é uma saudade estranha, uma saudade das coisas não vividas!
Mas que com certeza fazem parte sim de nossas vidas!

Beijão saudade!

Maria disse...

Somos tb o que não fizemos. Um contraste, mas que importa...somos feitos deles...

Postar um comentário

Anote aí.