7 de dezembro de 2009

Eu te amo tanto que as vezes me dá até medo de dizer.
É. Medo.
Um medo bobo de me mostrar assim, pra voce.
De me declarar, de me apresentar por inteiro, como eu sempre faço.
Te mostrar todos os meus defeitos, e me expor falha como sou.
Eu tenho medo de te dizer tudo sempre, e de não sobrar nenhum misterio em mim.
E ter que te ver ir embora, sem ter nenhum outro motivo pra ficar, sem ter mais nenhum detalhe pre descobrir.
Não estranhe se eu me calar, as vezes.
É só medo.
Medo de estragar tudo por te amar tanto.
Mas amo, garoto.
E amo muito.

*dito num email datado do fim de agosto.

4 comentários:

Laura disse...

legal o truque da letra invisivel

gabiz disse...

eu fiquei esperando a 'imagem' carregar :/

/ legal essa ideia de usar o camiflagem das palavras para ilustrar o medo de se mostrar.
gostei :)

fernanda cozendey disse...

idem ao acima.
gosto daqui, é ótimo.

beijos companheira :*
e companheira me lembra o Lula :S

emquedalivre disse...

Todos os meus "eu te amos" devem ser camuflados como o seu. Camuflados até pra mim xD

Postar um comentário

Anote aí.