4 de janeiro de 2010

01/01/10

O papel se estendia na minha frente com uma brancura desafiadora, como se zombasse de mim e de minha falta de palavras. Primeiro de Janeiro. Havia proposto a mim mesma criar uma dessas listas de metas pro novo ano, mas antes mesmo de rabiscar a primeira palavra eu já havia desistido da idéia, com a mesma rapidez. Eu sabia que não ia funcionar, e não queria começar o ano com um projeto fracassado. Um suspiro me escapou, pois era justamente isso que eu estava fazendo, insistindo naquele papel em branco. Sorri, brevemente. Eu tenho mania disso, de não fechar o caderno enquanto não conseguir escrever algo! Se eu não tivesse desistido da minha lista de metas, eu provavelmente escreveria: "Tratar 2010 como uma folha de papel em branco; não desistir antes de ao menos uma frase boa". Me vi fazendo um balanço do ano que passou. Foi um ano de muitas perdas, perdas sobretudo de laços e de presenças. Esses mais dolorosas, entende? Mas, otimista que sempre fui, preciso admitir que foi um ano de ganhos, também. Ganhos esses que, de tão importantes, farão com que eu me lembre de 2009 como um ano bom, apesar de tudo.
Pra ser sincera, preciso dizer que não espero que tudo corra bem em 2010. Não, não mesmo. Tudo é muita coisa. Eu preciso de pedras para tropeçar. Preciso de detalhes para acertar. Preciso errar, só para não desaprender como é que se pede desculpas. E preciso que errem comigo, para eu poder perdoar, também.  Quase chego a desejar saudades... Não, saudades, não; na verdade, eu quero é a doçura dos reencontros...!  Eu quero chances, esse ano. Quero a chance até mesmo de cair. Quero quedas para fortalecer minha fé, em Deus, na vida, e mesmo em mim. Eu quero um ano de virada.
Que, em 2010, eu tenha chances e forças para conseguir tudo de bom, mesmo que tudo de ruim me aconteça.

Força, felicidade e possibilidades, para todos nós.

Bem vindo, 2010.

3 comentários:

André disse...

Depois de ventos tempestuosos, vem sempre a brisa suave e revigorante!

Bem vindo, 2010! [2]

Felipe Braga disse...

Aline, 2010 pode ser um ano maravilhoso, se partirmos do ponto de que felicidade está na busca. Descobri isso dia desses. rs

Feliz 2010, com muitas coisas lindas na tua mente.
Beijos.

Maria Fernanda Probst disse...

É tudo uma questão de perspectiva. E a tua, é das melhores.

Feliz ano novo, doce.

Postar um comentário

Anote aí.