19 de janeiro de 2010

Ando

Ando tão só que sinto que até as palavras tem fugido. Ando com sorrisos poucos e passos curtos.
Silêncios muitos.
Ando calada, cansada. Ando com a doçura abalada e os pés vacilantes. Sensível. Com uma ou duas lágrimas sem motivo aparente insistindo em me escaparem. Ando num silêncio constante entrecortado de suspiros.
Ando tão...!
Ando...?
                                                                                                          
                                                                                                                        P
                                                                                                                         a
                                                                                                                           r
                                                                                                                            o.
                                                                                                                              

3 comentários:

Erica Maria disse...

Minha Flor,

Saiba que ando sentindo isso tb.

Bjos no teu coração Flor!

Mariah disse...

embarque num bom livro.
quando tenho dificuldade em encontrar minha história...mergulho num bom livro...e vivo (por um tempo) a história de alguém.

sobrefatalismos disse...

Mas procure caminhar sempre em frente. Não diga que a batalha está perdida.

Postar um comentário

Anote aí.