8 de fevereiro de 2010

Um mundo nos ombros

Fazia calor e Ana comprou a garrafa de água sem pensar duas vezes. Achou prudente guardar um pouco - o caminho era longo e o calor não parecia querer dar trégua. Aproveitou a praça que teria de cruzar, e sentou-se num dos bancos próximos. Abriu o zíper da bolsa e constatou o que já desconfiava. A garrafa não cabia ali.
Ana se concentrou. Tirou primeiro a carteira e o celular. Em seguida um espelho e um batom. Depois uma caderneta, duas canetas, uma pulseira ("Ah, foi aqui que eu deixei!"), um elástico de cabelos e uma presilha (caso o elástico sumisse dentro da bolsa). Tirou uns trocados, uma agenda, algumas notas fiscais, cupons, documentos e contas (pagas e a pagar). Fones de ouvido, uma escova de dentes. Um absorvente, uma blusa de frio e um guarda-chuva ("Nunca, nunca se sabe...!"). Por fim esvaziou o bolso interno, tirando dali as duas barras de cereal que havia guardado. Com a bolsa vazia e o conteúdo cuidadosamente posto no colo e no banco da praça, Ana acomodou a garrafa primeiro, e foi devolvendo, um a um, os itens que havia tirado.
Não era uma tarefa fácil. Os espaços precisaram ser cuidadosamente calculados, planejados, encaixados. Diversas vezes Ana precisou tornar a tirar os objetos para acomodá-los melhor.
Quando colocou de volta o último item, a carteira, a moça suspirou com alívio. Botou a bolsa no ombro, levantou-se e recomeçou a andar.
A jornada de organizar a bolsa a havia cansado. Fazia muito calor. Ana quis um gole de água.
Parou num dos bancos seguintes. Sentou-se.
Tirou primeiro a carteira e o celular...



(Dedicado às bolsas mágicas de todas as mulheres que eu conheço, que carregam um pedaço do mundo nos ombros.)

4 comentários:

Ítala disse...

Toda mulher tem que ter uma bolsa assim.
;)

Mariah disse...

um pedaço do mundo onde tudo se perde.
outro dia aqui no escritorio, mocinho bonzinho vem para mim e...

- oi fulana. cê num tem uma chave de fenda aí na sua bolsa?

e olha que eu não tinha!

Laura disse...

gostei desse lih.

André disse...

teus textos sao todos um amor, guria!!

=**

Postar um comentário

Anote aí.