26 de junho de 2010

Tarde demais

Eu ainda tenho medo, mas não tenho mais escolha. Eu já dei passos demais, e agora estou aqui, no meio dessa ponte. E essa ponte vai se romper, a qualquer minuto, eu sei que vai. Aqui de cima eu vejo a correnteza. Incerta, perigosa e assustadora, fazendo meu medo aumentar; É pra lá que eu caio se ficar tempo demais parada, pra lá que eu acabo indo se ainda estiver aqui quando as cordas arrebentarem ou a madeira sob meus pés acabar se partindo ao meio. Partida igual eu sinto o meu coração ficar a cada segundo que eu adio essa decisão tão óbvia. O caminho está ali na frente, me sorrindo, só mais uns passos e pronto. Mas é que atrás de mim tem alguém me pedindo ajuda, e eu ainda não aprendi a recusar. E esse caminho, de onde eu vim, me dói bastante, mas eu já o conheço. Eu já sei dos atalhos, das sombras, das armadilhas, já conheço as pedras, e talvez agora, que eu já sei, eu consiga andar mais segura. Talvez eu possa evitar os mesmos arranhões e desviar de todas as dores. Ainda dá tempo, não dá?, eu penso. Só recuar um pouco. Pé ante pé. E aí pronto. Livre da ponte, do medo, na segurança de uma terra firme (porém escura e fria). Mas não sei se eu posso. Não com aquele caminho logo ali na frente. Se eu ergo os olhos eu vejo outra pessoa, um horizonte novo, um 'vem comigo e me deixa cuidar de você". E é um caminho tão lindo...! Daqui, do meio da ponte, eu já consigo ver as flores, o Sol, as mãos estendidas, o futuro. Meu coração passa a bater tão rápido que eu quase sinto que ele flutua, e que de tão leve me leva junto. Daqui parece tão doce. Tão sonho, tão perto, tão certo pra mim. Mas esse caminho eu não conheço. Nunca estive em terras tão calmas, estive? E eu só consigo enxergar um pedaço. Pra ver o resto eu preciso avançar, e se eu avançar a ponte desaba e eu não vou poder voltar. O que é que se esconde, depois da primeira curva? Quantos medos novos eu posso descobrir indo por ali? Em quantas pedras eu vou tropeçar, e em quantos pedaços meu coração vai se partir depois da primeira queda...? Céus, e agora? A correnteza continua, a ponte já começa a ruir. Não posso mais esperar, eu tenho medo de altura e essa travessia já durou muito tempo. "Socorro", alguém me pede, e eu olho pra trás. Meu coração que flutuava agora pesa. O nó na garganta voltou. Recuo um passo. Não sei arriscar. Insegura demais, como sempre. Preciso voltar. Desistir. Ajudar. Recuo mais um passo. A ponte começa a ranger. Adeus caminho novo, eu penso. Guardo com carinho essa chance linda que você me deu, promessa. Quase no fim da ponte, agora. Quase de volta pro velho caminho escuro. Mas quando eu acho que a decisão foi tomada, vem a música. E quem canta é o moço do outro caminho. E ele nem precisaria continuar cantando, porque ao som da primeira nota, eu já me lembro de tudo. Ele canta e me faz lembrar de cada palavra, sentimento, troca e promessa. Me faz lembrar de porque eu me atrevi a ir até o meio da ponte, porque eu não corri quando as coisas começaram a fugir do meu controle, e tudo faz tanto sentido agora que eu nem me sei mais por que diabos eu ainda estou aqui, parada! Me viro pra ele, dou costas pro que foi dor. É tarde demais agora. Tarde demais pra caminhar errado de novo. Tarde demais pra que me peçam ajuda. Pra frente agora, dou um passo e mais outro, daqui a logo eu estou correndo.  E se tiver que doer, que doa, eu não vou estar só, com ele eu não tenho medo e por ele vai valer a pena.  Digo oi pro caminho novo e pro garoto que me espera. Meus olhos estão sorrindo, eu sei pelo rubor no rosto e pelo frio na barriga, meus olhos estão sorrindo de novo e é pra ele, eu tenho certeza.
A ponte que caia, agora. É tarde demais.
Me apaixonei.

(Em Agosto/2009.)
-
P.S: Ainda estou apaixonada. 
E o caminho ainda é lindo.

3 comentários:

Marie Amorim disse...

Nossa que texto profundo. Ao todo o momento me deixou no mistério se iria pular ou não. E no final um novo caminho é apresentado.
Ameiii

Egon Henrique disse...

Ta melhorando em!!!

. Juliana disse...

Adorei seu novo texto, alias você escreve muito bem. Parabéns ! Se puder, convido você pra dar uma passadinha no meu blog também ! ;*

Postar um comentário

Anote aí.