16 de julho de 2011

(escreve essa dor na areia, e grava na pedra só o lembrete de nunca mais deixar nada assim acontecer.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anote aí.